Posts com a tag ‘Nobleza Dimidium’

27-08 Muito melhor quando harmonizado!

 

escondidinho

Sim, esta é uma super adaptação do escondidinho tradicional. Lembrando que, no meu caso, cozinhar é somente um hobby, por isso, essa receita é realmente fácil. A melhor parte é que harmoniza deliciosamente com nosso Nobleza Dimidiun 2009!

Escondidinho de purê de mandioca com carne moída.

Vamos começar com o purê. Você vai precisar:

-       3 Mandiocas inteiras

-       2 xicaras de chá de leite (eu usei sem lactose para ficar mais leve)

-       2 colheres de sopa de manteiga

-       pimenta do reino, sal e noz-moscada

  1. cozinhe a mandioca até ficar bem macia. Retire a água, devolva a mandioca para a panela e volte para o fogo baixo. Cubra com um pano de prato limpo. Isso irá ajudar a secar a mandioca para o purê ficar mais cremoso.
  2. Em outra panela coloque o leite em fogo baixo para ir esquentando sem deixar ferver.
  3. Passe a mandioca ainda quente por um espremedor.
  4. Junte com o leite e a manteiga. Misture ate que fique homogêneo. Se for necessário acrescente um pouco mais de leite.
  5. Tempere com pimenta do reino, noz-moscada e sal. Na minha opinião, este é o grande truque para que fique super saboroso.
  6.  Deixe no fogo baixo mexendo constantemente ate borbulhar.

 

Bom, o purê está pronto. Agora vamos passar para a carne moída:

-       500 grs. de patinho moído

-       1 cebola cortada em cubinhos

-       1 dente de alho picado

-       Azeite de oliva para refogar

-       Orégano a gosto

-       sal a gosto
1. Numa panela com o fogo alto refogue a cebola no azeite. Quando a cebola

estiver transparente acrescente o alho e deixe dar uma leve fritadinha.

2. Adicione a carne e deixe fritar. Acrescente os temperos. A carne vai liberar

água, continue cozinhando até a água secar.

 

Vamos montar o prato:

Em uma travessa coloque a carne por baixo. O purê por cima. Polvilhe com parmesão e coloque no forno para gratinar.

 

Espero que gostem!

Fonte: panelinha – receitas que funcionam

 

11-11 É bom saber! No momento de uma cata

Ébom saber.1

 

Uma prova de juventude de um vinho é quando se agita a taça e este mostrar-se mais fluido e com ligeira espuma. Vale lembrar que este aspecto é diferente da falta de elegância e conhecimento ao servir um vinho, pois, às vezes, pode-se formar espuma, momentaneamente, e esta atitude ser confundido com “cobre”.

Y Se observarem às lágrimas é ela se apresentarem densas e espessas, é indicio que este vinho tem mais glicerina, portanto é mais alcoólico.

Y Se quiser descobrir os diferentes aromas: com a taça parada descobrirá os primários que são voláteis, e com lembranças a flores e frutas, ao movimentá-la surgem os secundários, a madeira e bosque, e os terciários, tostados, baunilha café e tabaco, este último aspecto para vinhos mais envelhecidos.

Y Para sentir ainda mais as propriedades aromáticas de um bom vinho é só aspirar um pouco mais de ar.

Y Os vinhos jovens são sentidos na boca com uma profusão de sabores, enquanto que os envelhecidos são mais sutis em matizes, porem mais densos e elaborados, persistindo na memória gustativa.

A su Salud!

Foto: Bodegas de los Rios Prieto

01-10 A Escolha da Taça

taça3

A escolha da taça pode mudar um vinho? PODE. Muitas vezes deixamos de valorizar um vinho por sua escolha inadequada, uma taça inapropriada dará mais relevo aos pontos negativos de um vinho, contrariando o objetivo dos  estudos dos designers desta área,  que é elevar as virtudes do vinho e amenizar seus defeitos.

Muito se tem escrito sobre formas, tamanhos e matérias diferentes, aqui  pontuaremos alguns aspectos.

A forma  da taça baseia-se nas variedades das uvas, pelas suas intensidades aromáticas, taninos, álcool, acidez… O diâmetro da borda decide a postura da cabeça, a postura na ingestão, e conseqüentemente as sensações, registro dos sabores, pelo contato com as partes da língua no seu primeiro contato, como amargo, doce, acido, etc…O tamanho influi na intensidade e qualidade dos aromas, o espaço para que o olfato encontre o prazer ao degustar um vinho. A espessura do cristal é o facilitador da visão, a cor, e a possibilidade de ter uma sensação tátil mais agradável.

Alguns exemplos de taças para nossos vinhos:

Cava. Taça ideal tipo tulipa, silhueta fina, pelo perfume delicado, coroa e “perlage”.

Branco Reserva.  O corpo, bojo, mais alto do que para os brancos leves, pela concentração maior do álcool, e para desfrutar melhor da complexidade dos seus aromas, que se harmonizam mais na superfície.

Branco Joven. Para reduzir o impacto da acidez as bordas levemente curvadas para fora, com o bojo mais largo que  permitirá  ter o melhor do vinho,  seu sabor mais frutado.

Tinto Joven. Em taças parecidas com os do branco joven, porem ligeiramente mais pequenas, para concentrar o bouquet, sem o bojo ser demasiadamente alto, pois permite que quando servido mais fresco a temperatura se mantenha, tornando-o ainda melhor.

Tintos Crianza e Reserva. A relação líquido/ ar é importante para seus aromas, o balão mais amplo dará espaço suficiente para  o vinho evoluir, se tiver uma boca mais fechada ocorre mais concentração e  dará mais potencia as características do fruto.

Tintos Autor ou Garaje As mais indicadas para vinhos que tem mais tempo de guarda, e com mais tempo de crianza, deverá ter um tamanho maior  e abertura mais pronunciada da boca, permitindo abrir mais sua complexidade, fazendo justiça a sua qualidade.

Na prática “um tempranillo catado em uma taça bordeaux parecerá um tanto diluído, mais rústico e o álcool se fará mais presente no final” (Peñin pg.134). Para isso existe a taça Tempranilho, que é mais alta do que uma para reserva, e tem um bojo com maior diâmetro na parte inferior. “Com um verdejo, a taça pode determinar a passagem de um vinho agradavelmente frutado e com notas de ervas verdes, ou só oferecer  seu traço mais vegetal e herbáceo, privando-o de qualquer indicio de elegância”.  Outro exemplo “as uvas mediterrâneas do tipo syrah, garnacha, carineña ou monastrel necessitam de uma taça com certa altura, a taça tipo “ródano”,  que é um centímetro mais alta que as de  bordeaux, (bordelesas) pois dá um efeito chaminé, e permiti abrir suas características notas de especiarias” (Peñin pg.134)

Afinal será que devemos ter tantas taças, principalmente para os amantes de diferentes vinhos? Hoje em dia são muito poucos os que se podem dar a este luxo, assim ter taças para Cava, Branco e a Tempranillho já permitirá degustar o melhor dos vinhos. Agora se você tem uma variedade de uva ou tipo de vinho que gosta mais, tenha algumas para elas. O importante é você sentir o prazer de degustar o melhor de um bom vinho.

A su Salud!

Fontes: Guía Peñin 2009, Ed.Peñin Ediciones e André Dominé –  Vinhos – Ed. DINALIVRO, 2006.

Foto: Bodegas de Los Rios Prieto.

 

Luis Alegre Blanco Selección de Robles Europeos 2008
de R$ 132 por
R$ 95
M. O. de Olivara Vendimia Seleccionada 2009
de R$ 99 por
R$ 79
  • janeiro 2014
  • agosto 2013
  • junho 2013
  • maio 2013
  • março 2013
  • fevereiro 2013
  • outubro 2012
  • setembro 2012
  • agosto 2012
  • junho 2012
  • maio 2012
  • abril 2012
  • CultVinho saber só ajuda Tempranillo Rioja Alavesa vinho tinto Turismo Ribera del Duero Graciano encorpado Bodegas Ostatu Cava médio corpo vinho branco Prêmios Nita Albariño Bodegas Imperiales CastroValdés Sin Palabras Festas na Espanha Abadía de San Quirce crianza Tinta Fina Ostatu Crianza trasnocho Ostatu Tinta del País Viura Garnacha Convento San Francisco Bodegas Domínio de Berzal D.O. Rías Baixas Eventos Casado Morales pontuação Remírez de Ganuza Bodegas Epifanio Rivera Leve corpo Malvasia Bodegas Casado Morales Espanha Cabernet Sauvignon Domínío de Berzal Crianza Erial Luis Alegre crianza EME Prios Maximus Crianza Robert Parker red wine Marqués de Olivara crianza Ostatu Tinto Joven Erial tf reserva Ostatu Reserva Remírez de Ganuza Reserva Mazuelo Bodegas Castrobrey premiado Guía Peñin D.O. Toro M.O. de Olivara Vendimia Seleccionada Domínio de Berzal Selección Ostatu Blanco Joven Merlot Cariñena Syrah premiados Maceração Carbônica Jorge Carrara Jornal O Estado de S. Paulo ALDEASOÑA Domínio de Berzal País Vasco vino tinto Prios Maximus Roble Viñas de Olivara Tinta de Toro Convento San Francisco Selección Especial Luis Alegre Selección Especial Reserva Casado Morales Blanco Reserva Pontac Macabeo Xarel-lo Chardonnay Priorat Finca Helena vinhos espanhóis complexo pontuações Bodegas Luis Alegre Fincalegre Brut Nature Laderas del Portillo Luis Alegre Nobleza Dimidium Prios Maximus Reserva Gloria de Ostatu Abadía de San Quirce Gran Reserva Penedès Dia dos Pais Fincas de Ganuza pontuados Cava Fincalegre Brut Nature Cava Fincalegre Brut Revista Gosto gastronomía Páscoa Receitas Vinhos degustação Prazeres da Mesa Embaixada da Espanha no Brasil Revista Prazeres da Mesa Brasil Econômico vinhos de garaje vinhos de autor Priorato Alava Ribeira del Duero D.O. Rueda Prios Maximus Verdejo Señorio das Regas vinho elegante vinhos de qualidade tinto reserva vinho branco reserva Luis Alegre Reserva vinho de autor Luis Alegre Blanco Selección de Robles Europeos uvas Laderas Sur Señorio da Regas sky potente vinho espanhol Dia de San Valentin Luis Alegre Blanco Seleción de Robles Winexperts Bodegas Meritxell Pallejà Receita Sin Palabra Revista Adega blog Semana Santa Graciano 2007 Bodegas de Los Rios Preto Los Rios Preto temperatura de serviço Papo de Vinho Valor Econômico Notas do Raul Dia do médico Post-it City Escola da Cidade Dia do Livro Dia de Sant Jordi Centro Cultural da Espanha em SP Folha de S. Paulo revista Wine Style vinho espumante Grand Hyatt São Paulo Revista VIP Natal taninos Meritxell Pallejà cuidados com o vinho qualidade Folha de São Paulo Revista Gourmet Imperiales Prios Maximus uva Verdejo Santiago de Compostela Vinhos Jovens velejar balé musica hotéis de luxo Cava Finca Alegre Brut tinto joven taça vinho de garaje Luiz Horta Treixadura Godello Torrontes Luis Alegre crianza 0.5l Abadía de San Quirce Reserva Remírez de Ganuza Gran Reserva Caixa de Presente Crianza Reserva Gran Reserva Confraria 2 Panas Fernando Remírez de Ganuza  Gran Reserva Fernando Remírez de Ganuza Reserva Vinhos de Corte varietais Verdejo resturantes almoço ibérico Casado Morales crianza Mitico Boas Festas! Bombons de Vinho Poda vindima Bodegas Remírez de Ganuza Cata Fermentação Malolática tinto crianza Guía Repsol blog sommelière biodinamico Dia dos Namorados Jantar Harmonizado Maridaje Black Card Jornal Valor Econômico Radio Alpha FM Biodinâmica Bodega Ostatu curso José Maria Santana Toro Rueda Blog  Notas do Raul Bodegas Dominio Meio Ambiente Bodega Aldeasoña Bodegas Convento San Francisco Sin Palabras Harmonização Adegas Castrobrey
  • Divino Guia
  • Enoblogs
  • Notas do Raul
  • Winexperts
  •  
    Erial 2009
    R$ 150